Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Cliente antigo!

por Moralez, em 16.11.17

Um homem depois de ter apanhado uma grande bebedeira vai roubar galinhas, no dia seguinte sente-se muito arrependido e vai ao confessionário e diz:

- Sabe senhor padre eu ontem não estava bem e fui roubar galinhas, o que é que eu hei-de fazer para remediar isto?

E o padre responde que ele deve dar 10 euros à primeira mulher que vir.

Ele sai da igreja ( a igreja até ficava numa esquina) e encontra uma mulher e diz:

- 10 euros!!

E a mulher responde:

- 25!!

E ele diz:

- Mas o senhor padre diz que são 10!!

- Mas o senhor padre já é cliente antigo! 

 

So long fellows!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Senhor Padre, eu pequei.

por Moralez, em 06.11.17

Senhor Padre, eu pequei. Fui seduzido por uma mulher casada que se diz séria.

És tu, Joãozinho?

Sou, Sr. Padre, sou eu.

E com quem estiveste tu?

Padre, eu já disse o meu pecado… Ela que confesse o dela.

Olha, mais cedo ou mais tarde eu vou saber, assim é melhor que me digas agora…! Foi a Isabel da farmácia?

Os meus lábios estão selados – disse Joãozinho.

Então, foi a Maria do quiosque?

Por mim, jamais o saberá…

Ah! Ou não terá sido a Maria José florista?

Não direi nunca!!!

Já sei, só pode ter sido a Manuela da tabacaria!

Senhor Padre, não insista!!!

Vamos lá acabar com isto! Foi a Catarina da pastelaria, não foi?

Senhor Padre, isto não faz sentido.

O Padre rói as unhas desesperado e diz-lhe então:

És um cabeça dura, Joãozinho, mas no fundo do coração admiro a tua reserva. Vai então rezar vinte Pais-Nossos e dez Avé-Marias! Vai com Deus, meu filho…

Joãozinho sai do confessionário e vai para os bancos da igreja. O seu amigo Manecas desliza para junto dele e sussurra-lhe:

E então? Conseguiste a Lista?

Consegui. Já aqui temos o nome das mulheres casadas que “facilitam”!

 

So long fellows!

Autoria e outros dados (tags, etc)


Dois Padres...

por Moralez, em 29.08.17

Dois padres do interior costumavam cruzar-se de bicicleta na estrada quando iam ao domingo rezar a missa em suas respetivas paróquias. Mas um dia um deles está a pé. Um para e pergunta:

- Então a sua bicicleta?

- Creio que a roubaram no pátio da igreja - responde o outro padre.

- Não brinque!?
Mas, olhe, tenho uma ideia: para saber quem foi, na hora do sermão, cite os 10 mandamentos. Quando chegar no "Não roubarás" basta olhar para os fiéis, que o culpado de certeza vai-se trair.

No domingo seguinte, os padres cruzam-se, os dois de bicicleta.

- Ah! Então o sermão correu bem! - diz o padre que deu a ideia.

- Mais ou menos - responde o outro padre. - É que quando eu cheguei no "Não desejarás a mulher do próximo" lembrei-me onde tinha deixado a bicicleta!

 

So long fellows!

Autoria e outros dados (tags, etc)


A morte do padre

por Moralez, em 14.07.17

O velho padre, durante anos, tinha trabalhado fielmente com o povo africano, mas voltou a Portugal, doente e moribundo. No Hospital Santa Maria é a notícia da hora. Já nos últimos suspiros, ele faz um sinal à enfermeira, que se aproxima. Sim, Padre?  eu queria ver dois proeminentes políticos antes de morrer, António Costa e José Sócrates, sussurrou o padre.

 Sim, Padre, verei o que posso fazer, respondeu a enfermeira. De imediato, ela entra em contato com S. Bento e logo recebe a notícia, ambos também gostariam muito de visitar o padre moribundo. A caminho do hospital, Costa diz a Sócrates:

 Eu não sei porque o velho padre nos quer ver, mas certamente que isso vai ajudar a melhorar a nossa imagem perante a Igreja e o povo, o que é sempre bom.

Sócrates concordou. Era uma grande oportunidade para eles e até foi enviado um comunicado oficial à imprensa sobre a visita.

Quando chegaram ao quarto, com toda a imprensa presente, o velho padre pegou na mão de Costa, com sua mão direita e na mão de Sócrates, com sua esquerda.

Houve um grande silêncio e notou-se um ar de pureza e serenidade no semblante do padre, Sócrates então disse:

Padre, porque é que fomos nós os escolhidos, entre tantas pessoas, para estar ao seu lado no seu fim?

O Padre, lentamente, disse:

Sempre, em toda a minha vida, procurei ter como modelo o Nosso Senhor Jesus Cristo.

Amém, disse Costa.

Amém, disse Sócrates.

E o Padre concluiu:

Então ... como  Ele morreu entre dois ladrões, eu quero fazer o mesmo!!!

 

PS: consta-se que os restantes ministros lamentaram-se por não terem sido igualmente convidados.

 

So long fellows!

Autoria e outros dados (tags, etc)


A estátua

por Moralez, em 26.06.17

O padre estava atrasado e decidiu tomar banho. Quando inicia o banho percebeu que o sabonete tinha acabado.
Então o padre decidiu ir nu até a dispensa e pegou em dois sabonetes.
Quando estava a voltar percebeu que estavam a vir três freiras na sua direção.
A solução foi fingir-se de estátua.
As freiras, curiosas e desconfiadas, decidiram se aproximar daquela estátua.

Uma chegou perto e puxou o pénis, e logo caiu um sabonete.
Ela disse:
- Isto é uma máquina de sabonetes!
A outra freira, para confirmar, também puxou o pénis da estátua e caiu o outro sabonete.
- É verdade! Que bênção! É uma máquina de sabonetes!
A terceira freira toda empolgada.
Puxou, puxou, puxou, puxou... e gritou:
- Deus seja louvado, tem até sabonete líquido!!!!

 

So long fellows!

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Chocolate Toblerone

por Moralez, em 02.06.17

O padre Dinis era novo na freguesia tendo substituído o velho padre Eustácio. Dinis estava uma bela tarde no confessionário, quando surge um jovem para a confissão:

- Sr. Padre vinha confessar-me...

- Diz lá rapaz que pecado cometeste?

- Sr. padre, ontem à noite estive a sós com a minha namorada e... Depois tive relações sexuais com ela.

- Mas ter relações sexuais não é pecado.

- Mas Sr. Padre é que meti o pénis no ânus da minha namorada. Queria que me desse a penitência.

O Padre Dinis fica atrapalhado e pergunta para a sacristia:

- Oh sacristão, o que é que o padre Eustácio dava pela prática de sexo anal?

- Dava-me um chocolate Toblerone, Sr. Padre...

 

So long fellows!

Autoria e outros dados (tags, etc)


Gestão por objetivos

por Moralez, em 18.05.17

Era uma vez uma aldeia onde viviam dois homens que tinham o mesmo nome: Joaquim Gonçalves. Um era sacerdote e o outro taxista. Quis o destino que morressem no mesmo dia.
Quando chegaram ao céu, São Pedro esperava-os.
- O teu nome?
- Joaquim Gonçalves.
- És o sacerdote?
- Não, o taxista.
São Pedro consulta as suas notas e diz:
- Bom, ganhaste o paraíso. Levas esta túnica com fios de ouro e este ceptro de platina com incrustações de rubis. Podes entrar.
- O teu nome?
- Joaquim Gonçalves.
- És o sacerdote?
- Sim, sou eu mesmo.
- Muito bem, meu filho, ganhaste o paraíso. Levas esta bata de linho e este ceptro de ferro.
O sacerdote diz:
- Desculpe, mas deve haver engano. Eu sou o Joaquim Gonçalves, o sacerdote!
- Sim, meu filho, ganhaste o paraíso. Levas esta bata de linho e...
- Não pode ser! Eu conheço o outro senhor. Era taxista, vivia na minha aldeia e era um desastre! Subia os passeios, batia com o carro todos os dias, conduzia pessimamente e assustava as pessoas. Nunca mudou, apesar das multas e repreensões policiais. E quanto a mim, passei 75 anos pregando todos os domingos na paróquia. Como é que ele recebe a túnica com fios de ouro e eu... Isto?
- Não é nenhum engano - diz São Pedro. - Aqui no céu, estamos a fazer uma gestão mais profissional, como a que vocês fazem lá na Terra.
- Não entendo!
- Eu explico. Agora orientamo-nos por objetivos. É assim: durante os últimos anos, cada vez que tu pregavas, as pessoas dormiam. E cada vez que ele conduzia o táxi, as pessoas começavam a rezar. Resultados! Percebeste? Gestão por Objetivos! O que interessa são os resultados, a forma de lá chegar é completamente secundária...!

 

So long fellows!

Autoria e outros dados (tags, etc)


Padre e o secador de cabelo

por Moralez, em 16.05.17

Uma Senhora muito distinta estava num avião vindo da Suíça. Vendo que estava sentada ao lado de um padre simpático, perguntou:

- Desculpe-me, padre, posso-lhe pedir um favor?
- Claro, minha filha, o que posso fazer por você?
- É que eu comprei um novo secador de cabelo sofisticado, muito caro. Eu realmente ultrapassei os limites da declaração e estou preocupada com a Alfândega. Será que o Senhor poderia levá-lo debaixo de sua batina?
- Claro que posso, minha filha, mas você deve saber que eu não posso mentir!
- O Senhor tem um rosto tão honesto, Padre, que estou certa que eles não lhe farão nenhuma pergunta. E lhe deu o secador. O avião chegou ao seu destino.

Quando o padre se apresentou à Alfândega, perguntaram-lhe:

- Padre, o senhor tem algo a declarar? O padre prontamente respondeu:
- Do alto da minha cabeça até a faixa na minha cintura, não tenho nada a declarar, meu filho. Achando a resposta estranha, o fiscal da Alfândega perguntou:
- E da cintura para baixo, o que o Senhor tem?
- Eu tenho um equipamento maravilhoso, destinado ao uso doméstico, em especial para as mulheres, mas que nunca foi usado. Caindo na risada, o fiscal exclamou:
- Pode passar, Padre! O próximo…

A inteligência faz a diferença.
Não é necessário mentir, basta escolher as palavras certas.

 

So long fellows!

Autoria e outros dados (tags, etc)


Filho do padre...

por Moralez, em 05.05.17

A barriga do padre crescia cada vez mais. Descartada a hipótese de cirrose, os médicos concluíram por uma exploratória, já que não havia razão para aquilo.

A cirurgia mostrou que era mero acúmulo de líquidos e o problema foi sanado.

Estudantes resolveram aprontar e quando o padre estava acordando da recuperação pós-cirúrgica eles colocaram-lhe um bebé nos braços.

O padre, espantado, perguntou o que era aquilo e os rapazes disseram que era o que ele tinha na barriga. Passado o espanto e tomado de ternura, o padre abraçou a criança e não quis mais se separar.

 Como se tratava de um filho de mãe solteira que morrera durante o parto, os rapazes envidaram todos os esforços para que o padre ficasse com a criança.

 Os anos passaram e a criança, apresentada à comunidade como filho adotivo do padre, transformou-se num homem que se formou em medicina.

 Um dia o padre, já velhinho e sentindo que estava a chegar a sua hora de partir, chamou o rapaz e disse:

- Meu filho!
Tenho o maior segredo do mundo pra te contar, mas tenho medo que fiques chocado.

O rapaz, que já tinha intuído de que se tratava, disse compreensivo:

- Já sei.
Adivinhei há muito tempo. O senhor vai-me dizer que é meu pai biológico.

-Não... - disse o padre, emocionado - Sou a tua mãe! O teu pai é o bispo!

 

So long fellows!

Autoria e outros dados (tags, etc)


Liberdade é isto:

por Moralez, em 25.04.17

O Zé Tó observa atentamente o padre, enquanto este repara a cerca do jardim da igreja.

 

Notando o interesse do garoto, o padre pergunta:


— Queres aprender como se conserta uma cerca, não é, meu filho?


— Não, padre! Só estou curioso para saber o que um padre diz quando dá uma martelada no dedo!

 

 

So long fellows!

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Segue-me


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Follow


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D





Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Estatísticas