Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Teste de Ishihara!

por Moralez, em 15.01.16

Hoje deparei-me com um teste interessante e resolvi abordar este assunto, pode ser útil porque na realidade na maioria das vezes o daltônico demora anos a perceber o problema:
Como sentir falta de algo que nunca viu?

Curiosamente devido a fatores genéticos ligados ao cromossoma X, as mulheres têm muito menos probabilidade de serem daltônicas do que os homens

Segue abaixo um teste resumido de daltonismo, utilizando figuras de Ishihara.

O objetivo deste teste é identificar os números presentes em cada figura:

 

daltonismo 1.jpg

daltonismo 2.jpg

(Alguns números podem ser identificados por determinados tipos de daltônicos)

É importante ressalvar que a comprovação da existência de daltonismo deve ser feita por um oftalmologista.

Assim por ordem (da esquerda pra a direita e de cima para baixo) 7, 57, 5, 2, 6, 74, 8, 10, 29, 42, 45, 56.

Caso o teste tenha indicado que és daltônico, é bom saber que não há motivo para preocupações, um daltônico pode tranquilamente vencer esta dificuldade, é importante saber que se tem uma limitação para poder lidar com ela, a limitação faz com que criemos soluções para superá-la.

Lembrando mais uma vez: só um oftalmologista poderá fazer um diagnóstico de daltonismo corretamente.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


42 comentários

Imagem de perfil

Psicogata a 15.01.2016

Eu sei, mas este não é dos mais difíceis, há alguns mais complicados.
Imagem de perfil

Moralez a 15.01.2016

Estão disponível em vários sites podes fazer o teste mais "difícil" mas mesmo assim se não fores daltónica vais ver o número, não tem haver com dificuldade, entendeste?!
Imagem de perfil

Psicogata a 15.01.2016

Tem a ver com dificuldade sim, na medida que não é um teste elaborado.
É um teste simples, basicamente ou vês ou não vês o número e os tons são bastante diferentes, ou seja só deteta graus de daltonismo altos.
Existem testes em que tens de escolher, ordenar, misturar cores. Nesses testes consegue-se ter uma melhor perceção se vemos ou não corretamente as cores e quantos tons distinguimos e se temos ou não uma boa perceção do espetro das cores.
Claro que só um médico oftalmologista pode diagnosticar, mas podemos ter uma noção.
Eu tenho noção que tenho uma boa perspetiva das cores.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Segue-me


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Follow


Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D





Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Estatísticas